Página 2 de 4 PrimeiroPrimeiro 1234 ÚltimoÚltimo
Resultados 11 a 20 de 37

Tópico: Reformas- As elites da falta de noçao (ranting #100)

  1. #11
    Membro Banido
    Data de Adesão
    16.03.2007
    Localidade
    wc
    Posts
    12,538

    Padrão

    Citação Resposta Original de Beats29 Ver Post
    e então? é ainda pior... provoca mais desemprego e diminui a produtividade, por consequente menos consumo, menos lucro, mais despedimentos e falências e por aí adiante... é o ciclo vicioso da crise...
    isto e obviamente falso
    1º porque a idade da reforma seria aumentada no maximo por 5 anos, o que nao chega para criar mossa em nenhum lado
    2º porque segundo o teu argumento, a faixa etaria com maior taxa de desemprego seriam os jovens, que nao sao
    3º assumes que 1 empregado que com anos de casa seria melhor que 1 jovem inexperiente
    4º esse nao é o ciclo vicioso da crise, sao coisas inventadas para tentar fazer o argumento logico

  2. #12
    Demasiado idealista para este mundo armykiller's Avatar
    Data de Adesão
    19.12.2007
    Localidade
    Braga
    Posts
    509

    Padrão

    Citação Resposta Original de The Forsaken Ver Post
    3º assumes que 1 empregado que com anos de casa seria melhor que 1 jovem inexperiente
    Apesar de nunca podermos substituir a experiência, a verdade é que nos empregos de ponta, os jovens estão, de forma geral, muito mais aptos que as pessoas com mais alguma idade.

  3. #13
    Membro Banido A.R.S.'s Avatar
    Data de Adesão
    30.11.2008
    Posts
    551

    Padrão

    Op ior é que dantes havia 10 pessoas no activo por cada idoso. Daqui a uns anos á 10/20 idosos por cada pessoa no activo. Onde se vai arranjar o dinheiro para as reformas ?

  4. #14
    Knock knock... Who's There? The Moon. Beats29's Avatar
    Data de Adesão
    21.12.2011
    Localidade
    Porto
    Posts
    291

    Padrão

    Citação Resposta Original de The Forsaken Ver Post
    isto e obviamente falso
    1º porque a idade da reforma seria aumentada no maximo por 5 anos, o que nao chega para criar mossa em nenhum lado
    2º porque segundo o teu argumento, a faixa etaria com maior taxa de desemprego seriam os jovens, que nao sao
    3º assumes que 1 empregado que com anos de casa seria melhor que 1 jovem inexperiente
    4º esse nao é o ciclo vicioso da crise, sao coisas inventadas para tentar fazer o argumento logico
    1º o que quis dizer é que já há muita gente à procura de emprego, menos gente reformada só iria provocar mais desemprego nas pessoas que estão à procura
    2º por acaso até são lol, e mesmo que não fossem isso era mais 1 razão para terem as reformas em vez de estarem a "comer" o subsídio de desemprego
    3º aonde é que eu disse isso? eu não disse nada disso mas o armykiller respondeu por mim... e sim, a experiência é importante, até nos estágios se aprende bastante...
    4º hum, pode ser inventado mas tem fundamentação lógica... e toda a gente sabe que isso é verdade...

    Abraço

  5. #15
    Membro do Fórum T_aka_shponja's Avatar
    Data de Adesão
    18.12.2011
    Posts
    130

    Padrão

    Não tenho vindo aqui ultimamente mas vi este debate e decidi dar a minha opinião.
    Aviso desde já que só li o post de abertura do fosk e mais 2 ou 3.

    A reforma é um pau de dois bicos em Portugal.
    Se a idade da reforma se baixa gastam-se balúrdios em reformas porque a população portuguesa é muito envelhecida. Se se aumenta a idade da reforma os recém formados têm cada vez mais dificuldade em arranjar trabalho.
    O problema não é a reforma mas sim a população envelhecida, mas a solução para isso já passa primeiro por estabilizar a nossa economia portanto nem vou entrar por ai.
    Para mim uma solução temporária/parcial passa por novas leis que ditam as idades dos trabalhadores das empresas. Lembro-me agora de um exemplo que tenho conhecimento, que não posso referir a marca por ser muito conhecida, mas que aos 40 anos despede qualquer funcionário. Não digo que deva funcionar assim, mas que se deva controlar por exemplo 80% abaixo dos 40 anos e 20% acima (num máximo).

    De resto concordo com o fosk sobre os comentários dos comentadores. Não são pessoas com trabalhos leves e de outros países que podem opinar sobre esta situação, afinal de contas o que funciona lá não tem de funcionar cá.

  6. #16
    Membro Banido
    Data de Adesão
    16.03.2007
    Localidade
    wc
    Posts
    12,538

    Padrão

    ja agora o fosk, n eras tu que a para ai 2 anos dizias que desprezavas os idosos e que querias suicidar-te antes de ficares velho?

  7. #17
    Membro demerito Fosk is Love's Avatar
    Data de Adesão
    21.03.2009
    Localidade
    Orkilãndia
    Posts
    2,265

    Padrão

    Citação Resposta Original de The Forsaken Ver Post
    ja agora o fosk, n eras tu que a para ai 2 anos dizias que desprezavas os idosos e que querias suicidar-te antes de ficares velho?
    Sim, eu nao gosto de velhos, nao os desprezo excepto na sua arrogancia de quem ja viu muitas primaveras. E nao quero sobreviver às minhas articulaçoes. daí eu ser contra trabalharmos ate à cova.

    Nao entendo uma vida em que se trabalha ate morrer. É uma vida deitada fora, dada por um ordenado miseravel. Escravatura quase. Se é verdade que ando a estudar e com alguma sorte terei um trabalho leve, certo e tambem que como disseste, ja andei de facto a acartar pedra e de volta em meia tenho trabalhos que dao cabo do corpo. E nesses trabalhos, vejo os mais velhos e os sacrificios que fazem aqueles mais velhotes, cuja saude ha anos que se foi, e neles o desespero de terem de trabalhar quando a saude ja se lhes foi ha muito tempo atras. trocaram a suade e o tempo por um ordenado miseravel, e os que se reformarem, terao uma reforma que nao poderao aproveitar, nao só porque e pequena, como porque ja nao têm saude. E se isto e verdade aos 65, pior sera ao 70.

    foi a morte de dois colegas velhotes que trabalhavam comigo que me fez realmente ter uma consciencia diferente em relaçao a este assunto- Ambos velhotes a poucos anos da reforma, tiveram acidentes estupidos que os mataram. trabalharam desde sempre, ainda crianças, e durante toda a vida trabalharam, para terem uma vida pouco memoravel, e uma morte idiota... De que vale a vida assim? Trabalhamos para viver, ou vivemos para trabalharmos?

  8. #18
    Membro do Fórum Vilas's Avatar
    Data de Adesão
    17.03.2009
    Localidade
    Cascais / Londres
    Posts
    2,768

    Padrão

    Entao agora pergunto... e como era antes de haver Seguranca Social ou reformas? Nao trabalhavam os velhos ate morrer?

    Andamos mal habituados.

    Cada vez na Europa e em PT, temos mais velhos a chupar dinheiro com as reformas e menos populacao activa. A piramide anda invertida e eh impossivel suster isto por mais tempo.

    Alias, eu quando chegar a velho... ui ui e vcs igual.

    Por isso concordo com o aumento da idade da reforma. Pk o sistema simplesmente nao aguenta com 5 milhoes de velhos na reforma, 2 milhoes de putos a viver de SASE e bolsas e 3 milhoes a sustentarem isto tudo.

    O Estado Social eh mto bonito nos livros... na pratica eh o catano.

  9. #19
    Membro demerito Fosk is Love's Avatar
    Data de Adesão
    21.03.2009
    Localidade
    Orkilãndia
    Posts
    2,265

    Padrão

    Sem haver estado social, nao vejo necessidade de estado sequer...

  10. #20
    Demasiado idealista para este mundo armykiller's Avatar
    Data de Adesão
    19.12.2007
    Localidade
    Braga
    Posts
    509

    Padrão

    Citação Resposta Original de Vilas Ver Post
    Entao agora pergunto... e como era antes de haver Seguranca Social ou reformas? Nao trabalhavam os velhos ate morrer?

    Andamos mal habituados.

    Cada vez na Europa e em PT, temos mais velhos a chupar dinheiro com as reformas e menos populacao activa. A piramide anda invertida e eh impossivel suster isto por mais tempo.

    Alias, eu quando chegar a velho... ui ui e vcs igual.

    Por isso concordo com o aumento da idade da reforma. Pk o sistema simplesmente nao aguenta com 5 milhoes de velhos na reforma, 2 milhoes de putos a viver de SASE e bolsas e 3 milhoes a sustentarem isto tudo.

    O Estado Social eh mto bonito nos livros... na pratica eh o catano.
    Ou seja, as baixas por doença, as reformas, as férias, etc, são tudo maus hábitos? São coisas que nos deverão ser tiradas?

    E por no passado se ter assistidos a situações de escravidão de trabalhadores por partes das entidades patronais, que só cederam algumas coisas através da enorme luta sindical que existiu, devemos voltar a essa situação?

    Por alguma razão o progresso está no futuro, e não no passado. E os direitos conquistados pelos trabalhadores actualmente nem são questionados por alguma razão...porque são justos e defendem necessidades básicas!

    Vamos voltar ao tempo de D. Afonso Henriques, que aí é que se estava bem


    E o Fosk disse tudo:
    "Sem haver estado social, nao vejo necessidade de estado sequer..."

Bookmarks

Permissões de Mensagens

  • Não podes criar novos tópicos
  • Não podes responder a tópicos
  • Não podes anexar ficheiros
  • Não podes editar os teus posts
  •